Melhores da Base

Notícias |

Copa São Paulo de Futebol Júnior de 1998 | 00/00/0000 às 00:00:00

1998

    banner

1998,


quando o Diabo jogou a competição pela segunda vez, durante a gestão do presidente Seraphim Baptista. Na estreia, em um grupo complicado, segurou o empate em 2 a 2 com o Grêmio, no time em que Ronaldinho Gaúcho já despontava como craque da seleção sub-17.
Em 1998, estar presente na competição representava prestígio maior que o atual: 44 clubes disputaram o título daquele ano, contra 128 na atual temporada. Isso explica também o grupo duro, sediado em Santo André. Além do Grêmio, o América enfrentou o time que leva o nome da cidade e o Palmeiras.
A tensão da estreia dominou o início da partida e, por pouco, não colocou o América em maus lençóis. O zagueiro Jackson cometeu pênalti em Ronaldinho Gaúcho logo no início do jogo. Escolhido pela Fifa o melhor jogador do mundo em 2004 e 2005, o craque, tratado na época apenas como Ronaldo pelos jornais, cobrou, para defesa do goleiro Robson Bahia.
 
Os empates com Grêmio e Palmeiras foram tratados como tropeços dos rivais pelos veículos de comunicação do Rio Grande do Sul e de São Paulo. Com esses resultados, o América chegou à última rodada em condições de classificação. Mas, em um jogo de arbitragem muito criticada, que expulsou dois jogadores rubros, o time se desestabilizou e acabou goleado por 6 a 0. Assim, apenas o Santo André avançou para o mata-mata.



« voltar




Giro da base


DESTAQUES

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


MELHORES DA BASE © 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS