Melhores da Base

Notícias |

Copa BH Sub-17 de 2018 | 01/08/2018 às 22:25:00

Atlético-MG conquista a Copa BH Sub-17 2018

De virada !


Os meninos do 'Galo' comemoram o Hexacampeonato da Copa BH

     
      De virada e com a presença de bom público, o Atlético conquistou o hexacampeonato da Taça BH ao vencer o Fluminense por 3 a 1, no Estádio Independência. Depois de começar perdendo no primeiro tempo, o Galo foi eficaz nos contra-ataques e construiu vitória com méritos, graças ao talento de seus jogadores de frente – sobretudo os atacantes Guilherme, artilheiro da competição, com sete gols, e Thiago Juan.
 
 
Os meninos do Galo entraram em campo atrás do sexto título da Taça BH. O clube ganhou em 1988, 1989, 2005, 2009 e 2011. Já os meninos de Xerém tentavam a conquista inédita para o clube. Antes dessa o Fluminense chegara na final duas vezes, mas acabou derrotado em ambas (2004 e 2011). Na última delas, perdera justamente para o Atlético-MG por 1 a 0, gol de Bernard.
 
 


Equipes perfiladas para entrar em campo para a decisão

 
O jogo
 
Foi uma decisão muito disputada do início ao fim. O Fluminense começou fulminante e quase marcou aos 2'. Depois de boa jogada de João Pedro pela esquerda, o meia Luiz Henrique acertou o travessão. No rebote, Wallace cabeceou e o goleiro Júnior fez boa defesa. Pouco depois, o próprio Wallace chegou novamente cara a cara com Júnior. O camisa 8 chutou forte mas o goleiro do Galo evitou o gol do Fluminense.
 
Os cariocas abriram o placar aos 12'. Marcos Paulo recebeu passe em profundidade e teve frieza para chutar no canto esquerdo de Júnior. Mas o empate não demorou. O time alvinegro se beneficiou de pênalti depois que a bola bateu no braço do zagueiro Davi dentro da área. Na cobrança, Guilherme chutou alto e marcou seu sétimo gol na competição.
 
Destaque do Galo na Taça BH, Guilherme voltou a aparecer de novo aos 34'. Thiago Juan acertou a trave direita do Flu. No rebote, Luiz Felipe passou para o camisa 9 chutar cruzado e virar para os mineiros.
 
O segundo tempo foi mais truncado, mas as equipes construíram lances de perigo. O Fluminense ficou com um jogador a menos depois que o zagueiro Luan foi expulso, por ter levado o segundo cartão amarelo.
 
Aos 37', a equipe conseguiu sacramentar o placar e o título em novo contra-ataque. Em jogada construída por Luiz Felipe, Mário, que havia acabado de entrar, mandou para o fundo das redes. O artilheiro Guilherme ainda foi expulso depois de reclamar com a arbitragem.
 

Ficha da Final

Atlético-MG 3 x 1 Fluminense 
Local: Estádio Independência. Árbitro: Michel Patrick Costa Guimarães. Gols: Marcos Paulo, Guilherme (2) e Mário. C. amarelo: Martinelli, Rubens, Wallace, Samuel, Cauê e Carlos. C. vermelho: Luan e Guilherme

Atlético-MG
1 Júnior 8 Neto 3 Cauê 14 Yago e 26 Lima. 5 Samuel 10 Gabriel (Eduardo) e 6 Rubens. 11 Luiz Felipe (Carlos) 7 Tiago Juan (Mário) e 9 Guilherme. Técnico: Leandro Zago
 

Fluminense
1 Marcelo 2 Calegari 4 Luan 13 Davi e 6 Marcos Pedro (Miguel). 5 André 16 Martinelli 8 Wallace e 11 Luiz Henrique (Kaká). 26 Marcos Paulo e 9 João Pedro. Técnico: Eduardo Oliveira
 

Campanha do 'Galo'
Atlético-MG 4 x 0 Seduc-MS
Atlético-MG 5 x 0 Dínamo Esporte Clube-MG
Atlético-MG 1 x 2 Juventude
Atlético-MG 2 x 0 Flamengo
Atlético-MG 2 (4) x (2) 2 Santos
Atlético-MG 2 x 1 São Paulo
Atlético-MG 3 x 1 Fluminense
 
07 jogos, 05 vitórias, 01 empate e 01 derrota. 19 Gols Pró e 06 Gols Contra
 
 
 

Melhores momentos da decisão



« voltar




Giro da base


DESTAQUES

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


MELHORES DA BASE © 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS