Melhores da Base

Notícias |

Libertadores da América de 1981 | 24/11/2015 às 14:26:00

Final da Libertadores da América de 1981

Flamengo Campeão com 8 atletas de sua Categoria de Base

TIMAÇO DO FLAMENGO COM 8 ATLETAS FORMADOS EM SUAS CATEGORIAS DE BASE.



Há 34 anos atrás o Flamengo conquistava a Libertadores da América, numa dramática decisão em três jogos contra o violento time chileno do Cobreloa,  com nada menos que 8 (oito) atletas formados em suas Categorias de Base, geração vencedora que marcou época, conquistando tudo que foi possível, tempo em que o clube tinha sua filosofia e lema, bem definidos:  "CRAQUE, O FLAMENGO FAZ EM CASA"

"Em homenagem ao Amigo Bruno Lucena que faz um belo trabalho de memória do Flamengo e a todos Rubro-Negros ou não, que tiveram a honra e o privilégio de ver esse monstro, chamado ZICO, e seus companheiros jogarem, que praticavam um futebol bonito de muita técnica e que marcou os anos 80, com grandes partidas, parabéns !" 


CURIOSIDADES SOBRE ESSE JOGO

Figueiredo e Lico, machucados, não jogaram. Marinho e Nei Dias entraram em seus lugares. Com Nei Dias,no time, Leandro jogou no meio-campo.

O centroavante Anselmo entrou aos 42' do 2º tempo com a ordem de dar um soco no zagueiro chileno Mario Soto, que havia agredido os jogadores do Flamengo em Santiago, jogando com uma pedra na mão. Anselmo entrou, cumpriu sua tarefa e foi imediatamente expulso pelo juiz. O atacante, suspenso para o Mundial Interclubes, viajou para Tóquio como convidado de honra. Após a agressão, Mario Soto ficou alguns minutos caído no chão. Quando se levantou, xingou o juiz e foi expulso. O soco de Anselmo acertou em cheio o rosto do chileno. Depois do jogo, o atacante, que assistiu pela TV o jogo em Santiago, disse que estava revoltado com Mario Soto pelo que havia feito no segundo jogo. Vale lembrar que Carpegiani assumiu ter dado a ordem a Anselmo.

Esse jogo foi numa segunda-feira

Cinco jogadores foram expulsos: três do Cobreloa e dois do Flamengo, devido a toda rivalidade criada nos dois jogos anteriores..

O time do Flamengo entrou em campo com uma bandeira do Uruguai, País que sediou o 3º jogo da Final.

Com os dois gols que marcou, Zico acabou como Melhor Jogador e Artilheiro da Competição, com 11 Gols.
 

3º Jogo da Final -  23/11/1981

Flamengo 2x0 Cobreloa (Chile)
Local: Estádio Centenário - Montevidéu (Uruguai). Àrbitro: Roque Cerullo (Uruguai). Gols: Zico (2). Público:  30.200 Pessoas. 
Cartões Vermelhos: Andrade, Anselmo, Alarcón, Jiménez e Mário Soto.
 
 
Flamengo
20 Raul 19 Nei Dias  4 Marinho  14 Mozer e 5 Junior.  2 Leandro  6 Andrade  8 Adílio e 10 Zico. 12 Tita e 9 Nunes (25 Anselmo). Técnico: P. C. Carpegiani
 
 
Cobreloa
Wirth, Tabilo, Páez (Múñoz), Soto, Escobar, Jiménez, Merello, Alarcón, Puebla, Siviero, W. Olivera. Técnico: Vicente Cantatore (Uruguai)


2º Jogo da Final - 20/11/1981
 
Cobreloa (Chile) 1x0 Flamengo
Local: Estadio Nacional, Santiago (Chile). Àrbitro: Barreto (Uruguai). Gols: Merello. Público: 61.721 Pessoas.
 

Cobreloa
Wirth, Jiménez, Tabilo, Soto, Escobar, Merello, Alarcón, R. Gómez(Múñoz), Puebla, Siviero, W. Olivera. Técnico: Vicente Cantatore (Uruguai)

Flamengo
Raúl, Leandro, Figueiredo, Mozer e Júnior. Andrade, Adilio, Zico e Lico(Baroninho). Nunes (Nei Dias) e Tita. Técnico: P. C. Carpegiani
 

1º Jogo da Final -  13/11/1981

Flamengo 2x1 Cobreloa (Chile)

Local: Maracanã, Rio de Janeiro. Àrbitro: Carlos Espósito (Argentina). Gols: Zico(2) e Merello. Público: 93.985 Pessoas. 
 

Flamengo
Raúl, Leandro, Figueiredo, Mozer e Júnior. Andrade, Zico, Adilio e Lico (Baroninho). Nunes e Tita. Técnico: P. C. Carpegiani

Cobreloa
Wirth, Rojas, Soto, Tabilo, Escobar, Alarcón, Jiménez, Merello, Múñoz(R. Gómez), Siviero, Puebla. Técnico: Vicente Cantatore (Uruguai)
 

MELHORES MOMENTOS DO 3 º JOGO, QUE DEU O TÍTULO DA LIBERTADORES DA AMÉRICA AO FLAMENGO
 



« voltar




Giro da base


DESTAQUES

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


MELHORES DA BASE © 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS