Melhores da Base

Notícias |

Jogos Pan-Americanos de 1987 | 27/01/2019 às 19:08:00

Final dos Jogos Pan-Americanos de 1987

Brasil Medalha de Ouro


Com todas dificuldades o Brasil subiu ao pódio para receber a medalha de ouro


O Brasil conquistou o título do Pan-Americano de 1987, em Indianapolis, nos Estados Unidos.
 

Imagem relacionada



   Na época, os grandes destaques eram o goleiro Taffarel, o zagueiro Ricardo Rocha e o meia Raí (que não chegou a jogar por conta de uma lesão) - mais tarde, os três conquistariam o tetracampeonato no Mundial de 1994. Doze seleções brigavam pela medalha de ouro no Pan de 1987 - o Brasil caiu no Grupo B, assim como Chile, Cuba e Canadá.
 
Como o elenco contava com apenas 18 convocados, incluindo jogadores lesionados, a delegação brasileira teve que pedir o auxílio de um time de hockey que estava hospedado no mesmo hotel para poder completar a formação reserva nos treinamentos. Logo na estreia, a equipe do saudoso Técnico Carlos Alberto Silva goleou a seleção canadense por 4 a 1.

No 1º tempo, João Paulo cobrou escanteio e Ricardo Gomes, de cabeça, abriu o placar. Na sequência, Nelsinho cobrou falta com maestria e ampliou. O terceiro gol foi contra. De pênalti, o canhoto João Paulo, ídolo do Guarani, fechou a contagem. 
 
Nas rodadas seguintes, uma vitória por 3 a 1 contra os cubanos (gols de Careca, André Cruz e Washington) e um empate sem gols no duelo com os rivais chilenos. Sem dificuldades, o jovem esquadrão canarinho garantiu a classificação com o 1º lugar do grupo -- cinco pontos em três jogos.
 
Nas semifinais, uma vitória apertada por 1 a 0 contra o México (a mesma seleção que aplicara uma sonora goleada por 13 a 0 no confronto com Bahamas, na fase qualificatória para o Pan), com gol de Evair, garantiu ao Brasil a classificação para a decisão dos Jogos Pan-Americanos de 1987. O adversário era o Chile, a única seleção que chegou a oferecer dificuldades na primeira fase do torneio.
 
Mais uma vez, o Chile jogou com valentia e conseguiu segurar um 0 a 0 no tempo normal. No entanto, o Brasil contava com três jogadores importantes: a boa fase de Taffarel, a liderança de Ricardo Rocha na quarta zaga e o oportunismo de Evair no comando de ataque.
 
Com a ajuda dos coadjuvantes Valdo, Nelsinho, João Paulo, entre outros, o esquadrão canarinho levou a melhor na prorrogação e venceu por 2 a 0 a final do Pan de 1987 (gols de Washington e Evair).
 
 
Era o quarto título da competição (o Brasil também levou o ouro nas edições de 1963, 1975 e 1979) e, simultaneamente, o primeiro passo de alguns nomes (Taffarel, Ricardo Rocha, Raí) que se repetiriam na geração que faturaria o tetracampeonato mundial em 1994, também nos Estados Unidos.
 

Assista a dramática decisão contra o Chile




« voltar




Giro da base


DESTAQUES

CADASTRE-SE E RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS


MELHORES DA BASE © 2015 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS